Lingerie: saiba como escolher roupas íntimas femininas confortáveis e sensuais

A moda feminina é repleta de variedades para mulheres que prezam pela qualidade, conforto, beleza, exclusividade, custo-benefício ou todos esses fatores juntos. Com a moda íntima não é diferente, por isso a lingerie se tornou muito mais que uma peça que fica sob as roupas do dia a dia, e atualmente exerce um papel essencial na autoestima de qualquer mulher.

A escolha por lingeries bonitas e sexies deixou de ser prioridade, já que existem diferentes tipos de calcinha e sutiã que atendem a diversas necessidades estéticas. Se antes, era difícil encontrar sutiãs com bojo, calcinhas mais largas nas laterais, shortinhos que valorizem o bumbum, entre outras peças, hoje o principal problema enfrentado pelas mulheres é encontrar uma lingerie confortável. Para acomodar o corpo o dia todo sem que haja machucados, dores e desconfortos, é preciso fazer algumas observações antes de eleger os melhores tipos de lingerie.

Preste atenção na costura, arames e outros detalhes

Cada mulher possui um desenho de corpo diferente e, ainda que haja tamanhos definidos, é muito importante ficar de olho em outros fatores além do tamanho de sutiã e calcinha que você irá vestir.

O desenho da lingerie que você pretende comprar pode ser diferente do seu corpo, fazendo com que, por exemplo, o arame fique no lugar errado e acabe machucando o seio, ou a costura incomode. Além disso, algumas peças de roupa íntima feminina são mais estreitas ou largas em algumas regiões, o que pode deixar as lingeries diferentes e incômodas no seu corpo. Por tudo isso, olhar não só a numeração das peças em si, mas também esses pequenos detalhes vai evitar frustrações com lingeries desconfortáveis e que vistam mal.

Mesmo que leve tempo, observe todas as medidas da lingerie

Algumas marcas de moda íntima nacionais e internacionais já se preocupam em colocar bem claramente em seus sites e etiquetas o tamanho de suas peças muito além do P, M, G, 40, 42 ou 44, por exemplo. Antigamente, existia um padrão de corpo que fazia com que as mulheres precisassem se encaixar em uma lingerie sensual e de medidas predefinidas. Hoje, por outro lado, as marcas entenderam que é necessário aumentar a variedade de tamanhos para acomodar todos os tipos de corpo.

Isto é, a moda entendeu mulheres de seios pequenos podem precisar de um sutiã largo nas costas, pois não necessariamente elas são estreitas em todo o corpo. Da mesma forma, existem modelos de sutiã com bustos maiores e costas estreitas, além dos tamanhos convencionais. O mesmo acontece com as calcinhas, que variam na largura, comprimento, profundidade e altura.

Escolha tecidos que unam o belo ao agradável

Antigamente, a lingerie de renda era vista como um item desconfortável, incômodo e que não permitia a ventilação da pele, apesar de muito sensual. Com a evolução da tecnologia e da moda, esse conceito foi ficando para trás e hoje é possível fazer bom uso de peças de renda e de outros tecidos para deixar você bonita e confortável ao mesmo tempo. Alguns tecidos que permitem a alta respirabilidade da pele são a microfibra, a poliamida e o algodão. Muito versáteis, algumas lingeries mesclam mais de um material, como por exemplo, a poliamida com o algodão, o que deixa as peças íntimas ainda mais interessantes.

Aposte em peças auxiliares para maior conforto

Muito mais que um sutiã confortável e o melhor tecido de calcinha, as lingeries abrangem muitas outras peças de vestuário. Principalmente para dormir, você pode abusar de roupas mais leves e afastadas do corpo, e que darão maior liberdade de movimentos e frescor. Um exemplo é o baby doll, que é feito de tecidos leves e muito macios como a seda, o cetim, o algodão, a microfibra e muitos outros. O uso desses tipos de lingerie irá beneficiar sua saúde, além de serem muito práticas e sensuais.

Seja para presentear uma amiga no chá de lingerie ou para uso pessoal, é muito fácil escolher peças que sejam lindas sem deixar o conforto de lado. Como você viu, não só o modelo da roupa íntima é muito importante, mas também o caimento, o material, os detalhes com que ela é feita, e muitos outros fatores. Para ter à mão o que há de melhor na moda íntima feminina, faça o teste e analise todos esses pontos antes de fazer sua próxima compra. Você vai ver como é simples ficar ainda mais bonita e cheia de liberdade.

Agora que você já sabe tudo sobre como escolher lingerie, continue navegando em nosso site e descubra mais sobre outros assuntos do universo da moda!